1101101101010101101:

estou perdido em inutilidade.

regado à vazios,
meu ego floresce morto.

estou perdido em inexistência

ninguém me vê
ninguém me toca


© theme
a title="" href="/blogroll">